LINFOMA MULTICÊNTRICO EM CÃO IDOSO

Autores:

ALESSANDRA DO SOCORRO RODRIGUES LIMA; ANTÔNIO CARLOS DE OLIVEIRA SOUZA JÚNIOR; FLÁVIA MAIARA DA SILVA BRITO; IARA FERNANDA LIMA DO ESPÍRITO SANTO; JOSYANNE CHRISTINE SILVA SOARES.

Linfomas correspondem a cerca de 90% das neoplasias do sistema hematopoiético de cães, evidenciando a sua importância para a prática veterinária cotidiana. Apesar de possuir etiologia desconhecida, alguns fatores são bastante associados com o seu aparecimento. Seu quadro clínico tende a contemplar alguns sintomas genéricos, no entanto, é, em geral, reconhecido com facilidade, principalmente quando ocorre acometimento de órgãos linfóides, como os linfonodos, o baço e a medula óssea. Seu diagnóstico ocorre mais de maneira laboratorial, com o exame de citologia do órgão acometido, no entanto a suspeita clínica de tal patologia é o que norteia as decisões. Seu tratamento é basicamente quimioterápico, por apresentar ótimos resultados.

Publicado em: Setembro/Outubro, 2020.

DOI: https://doi.org/10.29327/524511

 

©2020 por Arquivo Brasileiro de Saúde Integrada.